Buscar
  • Dr Daniel Hortiz

5 mitos que te contaram sobre a VESÍCULA BILIAR.

Você já deve ter ouvido falar sobre pedras na vesícula não é verdade? Mas conhece o que é de fato a vesícula biliar?


A vesícula biliar é um órgão do sistema digestivo que fica anexo ao fígado. Ela tem um formato semelhante a uma bexiga e sua função é apenas armazenar a bile produzida pelo fígado durante o jejum e esvaziar essa bile no intestino quando nos alimentamos. A bile é um líquido rico em diversas substâncias que ajudam na digestão dos nutrientes, especialmente das gorduras.


Apesar de não produzir bile, a vesícula pode sofrer de diversos problemas como: pedras (ou cálculos), pólipos, inflamação e câncer. Na maioria dos casos o tratamento desses problemas é feito com cirurgia para retirada da vesícula.


Existem alguns mitos envolvendo a vesícula que são difundidos na população e comumente ouvimos no consultório. Vamos enumerar os 5 mais comuns abaixo:


1. Dá para retirar apenas as pedras e deixar a vesícula: acredito que esse é o mito mais comum que os cirurgiões ouvem no consultório. Diferentemente das pedras nos rins que podem ser retiradas preservando o órgão, nós não temos acesso cirúrgico para retirar as pedras de dentro da vesícula, sendo impossível realizar esse procedimento. Além disso, não faria sentido retirar apenas as pedras, uma vez que essa vesícula já é doente e tem a tendência de formar ainda mais cálculos. Portanto, o tratamento sempre é cirúrgico com a retirada completa da vesícula biliar junto com os cálculos!

2. Vou engordar/emagrecer após retirar minha vesícula: algumas pessoas mudam de peso após a cirurgia, seja ganhando ou perdendo peso, e atribuem isso ao fato de não ter mais o órgão. Acontece que a vesícula não tem participação ativa no metabolismo a ponto de causar um ganho de peso ou perda de peso. Muitas vezes o que acontece é que a dieta do paciente muda após a cirurgia, uma vez que ele não sente mais dor e acaba comendo um pouco mais, ou melhora a alimentação evitando alimentos gordurosos e dessa forma acabam perdendo peso.

3. A cirurgia para retirada da vesícula é a LASER: esse mito na verdade é causado por uma certa confusão na nomenclatura. Atualmente a maioria das cirurgias de vesícula são realizadas através de VIDEOLAPAROSCOPIA, que é aquela cirurgia dos "furinhos" popularmente conhecida. Na realidade não se utiliza LASER na cirurgia. O LASER é um tipo de energia que pode ser utilizada em alguns procedimentos, trata-se de um feixe concentrado de luz que pode cauterizar um ponto específico e é muito usado na oftalmologia, otorrinolaringologia e outras especialidades. Acontece que ficou popular chamar a VIDEOCIRURGIA de cirurgia a LASER. Quando o paciente se refere a cirurgia a LASER nós entendemos que na verdade ele se refere a cirurgia por VIDEO e tratamos como sinônimos, porém a energia usada na Videocirurgia é a elétrica monopolar, bipolar ou ultrassônica. Na cirurgia digestiva raramente utilizamos o LASER como fonte de energia.

4. Depois de retirar a vesícula não posso nunca mais comer gorduras: essa é uma dúvida bastante comum. O fato é que nos primeiros 30-60 dias após a cirurgia, realmente se recomenda que evite alimentos gordurosos, nesse período de adaptação o fígado pode não conseguir produzir bile num volume suficiente para realizar a digestão e o paciente pode ter diarreia. Passado esse período a dieta retorna ao normal e é raro haver diarreia ou algum distúrbio intestinal causado pela ausência da vesícula.

5. Posso dissolver as pedras/cálculos com alguma medicação ou chá natural: infelizmente nenhuma medicação ou produto natural se provou cientificamente eficaz para dissolver os cálculos na vesícula. Existem algumas medicações que ajudam a solubilizar os sais biliares e podem evitar que os cálculos se desenvolvam em situações específicas como após grandes perdas de peso (como após uma cirurgia bariátrica). Entretanto, em pacientes já com cálculos formados o único tratamento eficaz é a cirurgia para retirada da vesícula.

Gostou do conteúdo? Acreditava em algum desses mitos? Tem mais dúvidas sobre esse assunto?

Deixa aqui embaixo seu comentário e compartilha com os amigos e familiares.

Quer saber mais sobre esse assunto? Clica aqui que tem uma explicação em vídeo.

45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo